Afinal, qual a relação de cultura organizacional e liderança? Saiba aqui!

6 minutos para ler

Todo empreendimento, seja qual for o segmento em que atua, deve dedicar especial atenção à cultura organizacional e à liderança corporativa. Trata-se de dois elementos essenciais para o bom desenvolvimento de uma empresa, sendo indissociáveis entre si. Afinal, é muito importante investir na motivação da equipe e incentivar cada vez mais os funcionários, além de proporcionar um ambiente agradável e adequado para todos os colaboradores.

Nesse sentido, uma cultura organizacional realmente eficaz requer a presença de uma figura de liderança que consiga obter uma visão ampla do negócio e que seja capaz de nortear toda a equipe e de guiar a execução das operações da melhor forma possível.

Mas afinal, qual é a relação entre cultura organizacional e liderança? Como esse fator impacta o engajamento dos colaboradores? Conheça mais sobre o assunto neste post!

O que é cultura organizacional?

Antes de saber como planejar e promover a cultura organizacional dentro de uma corporação, é imprescindível conhecer melhor o conceito desse instituto. Assim sendo, vamos apresentar a seguir a sua definição.

A cultura organizacional consiste no conjunto de elementos que fazem parte do dia a dia da empresa e atuam no papel de diretriz que guia o comportamento e a mentalidade dos funcionários que fazem parte da corporação. Estão incluídos aí: práticas, hábitos, valores, símbolos, comportamentos, políticas internas e demais aspectos de uma empresa.

Como você pode perceber, a cultura organizacional é um conceito bastante abrangente. Mas é importante entender que ela e a liderança caminham juntas em prol do bem-estar e do aperfeiçoamento da empresa, como um todo.

Nesse sentido, nada melhor do que aprimorar a cultura organizacional por meio da atuação da liderança. Afinal, graças aos líderes as decisões são tomadas em prol do benefício da empresa.

Qual é a importância da liderança na cultura organizacional?

A cultura organizacional é formada por meio das ações e ideias dos líderes. Essas figuras têm papel fundamental para a criação de valor e das práticas de uma empresa. Até porque eles são considerados como espelhos para os seus liderados.

Isso significa que a liderança é a solução para ajudar a melhorar a produtividade e a motivação de toda a equipe e para otimizar as operações das empresas. Até porque uma cultura nasce por meio da tomada de decisões acertadas, visão ampla, proatividade e pensamento dos seus fundadores ou líderes.

Por outro lado, sem a presença da figura de um líder forte e centralizador, dificilmente os departamentos teriam capacidade de se integrarem entre si, se comunicarem e se adequarem às transformações necessárias, permitindo que toda a empresa consiga se adaptar às novas estratégias.

Por isso, podemos afirmar que o papel de liderança está intimamente ligado à cultura organizacional da empresa, levando em consideração elementos como a formação, a evolução e a transformação.

Quais práticas demonstram uma boa liderança?

O líder detém um papel de extrema influência dentro de uma organização. Ele é o personagem principal que fica responsável por incentivar, trazer motivação e expandir o potencial dos funcionários, bem como conduzir toda a equipe em direção ao sucesso e ao cumprimento das metas e objetivos estabelecidos. Confira algumas dicas de como exercer bem o papel de liderança de uma empresa.

Envie feedbacks de forma individualizada

É importante dar um retorno sobre o desempenho da equipe com certa frequência. Adotar uma comunicação eficiente com os funcionários é a melhor maneira de mantê-los engajados e motivados.

Para isso, observe o desempenho de cada funcionário ao longo do tempo e vá fazendo anotações sobre a performance deles. Verifique as questões que merecem mais atenção e o que deve ser melhorado. Da mesma forma, faça críticas construtivas que servem para o aprendizado.

Além disso, por meio de um feedback eficiente, os colaboradores vão conseguir entender, com mais detalhes, os pontos que ainda apresentam falhas e que precisam ser aperfeiçoados.

Essa medida vai além da mera preocupação com os resultados da empresa. Trata-se de uma maneira de demonstrar interesse e preocupação com o crescimento dos funcionários. Dessa forma, eles não se sentem apenas mais um número dentro da organização, mas sim colaboradores que são respeitados em sua individualidade.

Líderes que não dão a devida importância a esse fator são os grandes responsáveis pelo fracasso ou desmotivação de seus funcionários, o que resulta na diminuição de produtividade e em resultados menos satisfatórios.

Saiba ouvir

Foi-se o tempo em que o líder só mandava e delegava as tarefas de maneira totalmente unilateral. Nesse sentido, tão importante quanto passar ordens e instruções é saber ouvir o que o colaborador tem a dizer. Por isso, manter o hábito do diálogo com toda a equipe é um diferencial que contribui para o sucesso da empresa.

Portanto, promova encontros e reuniões entre os funcionários de todos os departamentos para discutir as questões relativas às operações da empresa. Deixe-os à vontade para expor as suas ideias e impressões. Escute o que os colaboradores têm a dizer, desde sugestões, críticas, elogios e até mesmo reclamações. Essa medida é importante para identificar falhas, desenvolver uma interação maior e criar uma sinergia no ambiente da organização.

Mantenha a comunicação clara e objetiva

A comunicação é um canal essencial para transmitir informações, ideias e ordens. Para isso, é importante que a mensagem seja transmitida de maneira clara e direta, sem margem para dúvidas e duplas interpretações. Afinal, qualquer mal-entendido na ordem pode prejudicar todo o fluxo de operações da empresa. Uma boa ideia é adotar métodos de oratória e realizar diálogos em público.

Conheça os funcionários

Antes de delegar tarefas e transmitir ordens, é imprescindível conhecer melhor os funcionários que compõem a equipe. Após essa análise, é possível identificar melhor as aptidões de cada um, as suas fraquezas e os pontos fortes e fracos que precisam ser trabalhados e aprimorados.

Até porque cada pessoa é única e domina habilidades e capacidades individuais. Então, conhecer mais a fundo o perfil dos colaboradores é essencial para distribuir as atividades e funções de maneira inteligente e que condiz com os conhecimentos e as capacidades de cada um.

Agora que você já conhece a relação entre cultura organizacional e liderança, consegue entender que o líder tem um papel fundamental quando o assunto é manter a equipe engajada, tomar decisões estratégicas, delegar tarefas e controlar a operações.

Quer saber como aprimorar as habilidades dos membros da equipe? Então, conheça a importância de promover palestras motivacionais nas empresas!

Posts relacionados

Deixe uma resposta